Quarta 15 Agosto 2018

depoimentos

Kika Tristão

Quando penso no Nico, minha primeira lembrança é de um homem apaixonado pela música, pelo seu instrumento e tudo que envolvia esse universo! Um estudioso, um virtuoso, um homem muito inteligente, genioso, típico dos gênios, mas uma pessoa generosa, amiga, enfim uma pessoa rica!!!

Essa experiência para mim foi muito importante musicalmente! Nico assumiu numa época a direção do quarteto vocal BE HAPPY, do qual participei e fui uma das fundadoras. Foi através de um pedido meu e para minha supresa, ele aceitou e trabalhamos juntos por muito tempo!

Bom, já tinha feito outros trabalhos com ele. Convivíamos muito, éramos compadres e comadres! Eu tlnha muito carinho por ele e ele por mim! Musicalmente conseguia que eu cantasse coisas que eu não imaginava que pudesse. Era inovador sempre, era incrível!!! Ele era intenso para trabalhar, não tinha hora para acabar quando começava. Se dissesse para parar, dar um tempo.. ui, ficava "puto"! A música era o universo que ele fazia parte e nada o tirava de lá!

Vê-lo tocar diversas vezes, vê-lo estudar diversas vezes em sua casa, na minha casa... era especial! Era liiinnndddoooo! Era linda a sua intimidade com o instrumento, tanto acústico, quanto elétrico. As lembranças passam na minha cabeça e gostaria imensamente que todos pudessem vê-las.

Meu aniversário de 20 e poucos anos de idade... não me lembro exatamente, mas ele tocando "parabéns prá vc "... é inesquecível!!! Nico, Luiz Avellar e Márcio Montarroyos! Chique né, pois eu tive esse privilégio!! Na minha casa, uma bela surpresa que guardo com grande orgulho e carinho!

Acho que o Nico deu sua maior contribuição para música por ter sido dedicado a ela. Contribuiu com inovação, com seu talento, com seus shows, discos e cd's.

O amor pela música, custe o que custar!!!